CONTECSI - International Conference on Information Systems and Technology Management - ISSN 2448-1041, 5º CONTECSI - International Conference on Information Systems and Technology Management

Tamanho da fonte: 
AUDITORIA OPERACIONAL NA GESTÃO DAS EMPRESAS COMERCIAIS DO RAMO DE MÓVEIS E ELETRODOMÉSTICOS
Valdineide dos Santos Araújo, Wenner Glaucio Lopes Lucena, Marcílio Carneiro Dias, Marenildo Araújo Dantas

Última alteração: 2014-11-04

Resumo


A auditoria surgiu como parte da evolução do capitalismo. Com a expansão do mercado, as empresas tiveram que praticar um controle rígido sobre suas operações financeiras, comerciais, etc. Como medida de segurança contra a possibilidade de manipulação de informações, os investidores passaram a exigir que as demonstrações contábeis fossem examinadas por profissional independente da empresa e de reconhecido conhecimento técnico. Esse profissional que examina as demonstrações contábeis da empresa e emite sua opinião sobre essas, é o auditor externo ou auditor independente. No entanto, a auditoria se desenvolveu de forma intensa e assumiu um papel tão importante para as pessoas jurídicas e pessoas físicas que a sua área de atuação deixou de ser exclusivamente voltada às demonstrações contábeis. Pode-se verificar inúmeros tipos de auditoria na atualidade. Dentre elas, a auditoria operacional, que foi escolhida para ser alvo deste trabalho. A auditoria operacional desenvolve uma avaliação sistemática da eficácia e eficiência das atividades operacionais e dos processos administrativos, visando ao aprimoramento contínuo da eficiência e eficácia operacional, contribuindo com soluções. Diante do exposto, este artigo de cunho exploratório e descritivo tem como objetivo fazer uma síntese da função comportamento perante o mercado nas compras, nas vendas e comportamento financeiro, das empresas comerciais do ramo de móveis e eletrodomésticos localizadas no centro da cidade de João Pessoa no que diz respeito ao controle operacional interno com a finalidade de refletir as opiniões dos entrevistados (diretores, gerentes e proprietários) implícitas na gestão operacional.

Palavras-chave


operational audit; control; commercial enterprises; financial operations; internal control.